terça-feira, 17 de abril de 2012

População de Sarandi comparece em peso na Câmara de Vereadores.

A segunda manifestação na Câmara de Vereadores de Sarandi contra o aumento dos salários do prefeito, vereadores e secretários, mostrou duas questões importantes: a primeira é de que há um sentimento muito forte de indignação entre os trabalhadores e a juventude de Sarandi. A outra questão é que a população está disposta a ir à luta.
Após 15 dias de espera por uma resposta da mesa diretora sobre o documento protocolado por representantes de vários partidos políticos, foi a vez das entidades engrossarem o movimento. Além de partidos como o PSTU, PSOL, PCB, PT, associações como a do Jardim Panorama e Independência, Castelo e o grêmio Estudantil do Colégio Estadual do Jardim Panorama, entre outras, estiveram presentes e saíram na certeza de que o movimento contra o aumento dos salários só tende a engrossar.

                                                    População lota Câmara de Vereadores

A cidade de Sarandi enfrenta muitos problemas e sempre a resposta é a falta de verbas para investimentos. Não é possível que agora, da noite para o dia, haja aumentos de salários de quase 50%. Nós do PSTU entendemos que o salário pago ao prefeito, vereadores e secretários já é abusivo. A maioria dos trabalhadores em nossa cidade vive com cerca de 700 reais. É um absurdo que vereadores ganhem quase 8 mil reais e o prefeito quase 20 mil! Defendemos que os políticos ganhem o salário mínimo calculado pelo DIEESE (cerca e R$ 2,5 mil).
Nossa luta está apenas começando! Estaremos novamente na próxima segunda feira organizando o Terceiro Ato Contra o Aumento dos Salários dos Vereadores e Prefeito!
Venha conosco.
Segunda-feira
17h30min.

video
                                                            Vídeo da Manifestação

Nenhum comentário:

Postar um comentário